enato Gaúcho adotou um discurso de respeito ao rival e previu um jogo difícil contra o Pachuca nesta terça-feira, na semifinal do Mundial de Clubes. O técnico da equipe mexicana, por sua vez, tratou de jogar a responsabilidade para o outro lado e afirmou que o Grêmio é o favorito para conquistar a vaga à decião. Mas o treinador deixou claro que seu grupo conta com qualidade para surprender nesta terça-feira.

Os dois técnicos concederam entrevista coletiva nesta segunda-feira, na véspera da decisão. Após Renato falar pelo Tricolor, Diego Alonso apareceu na sala de conferências do Estádio Hazza Bin Zayed, em Al Ain. O uruguaio, ex-jogador do Peñarol, algoz do Inter na Libertadores de 2011, enalteceu as virtudes dos comandados. Avaliou que o comprometimento é a arma do sucesso do grupo, mas disse que o favoritismo aponta para o Grêmio.

– Estamos em uma boa forma. Temos que buscar, precisamos ter contundência. O time precisa ser capaz. Enfrentaremos um rival poderoso, que é favorito, tem um sonho, mas entendemos que também possamos competir. Temos que minimizar e confio muito na nossa equipe. Sempre querem competir, quanto mais alto querem, melhor a coisa ocorre. Mostramos que somos capazes de competir. Queremos fazer isso – projetou.

Diego Alonso tenta o colocar o Pachuca na decisão do Mundial (Foto: Reprodução)Diego Alonso tenta o colocar o Pachuca na decisão do Mundial (Foto: Reprodução)

Diego Alonso tenta o colocar o Pachuca na decisão do Mundial (Foto: Reprodução)

– São grandes jogadores, mas o conjunto é o mais importante do Grêmio. O Grêmio está aqui por ser uma grande equipe, não por ter bons jogadores – afirmou.

Em busca de uma vaga à decisão, Grêmio e Pachuca entram em campo nesta terça-feira. A partida será disputada às 15h (horário de Brasília), no Hazza Bin Zayed, em Al Ain. Quem vencer pega o ganhador de Real Madrid x Al Jazira, que se enfrentam nesta quarta, na final do Mundial.